6 de novembro de 2017

Como uma viola e um pandeiro (mais um cornetim) num enterro

Como o prometido, aqui ficam as imagens colhidas num périplo virtual pelas portas dos parques de estacionamento cobertos de Guimarães, feito com recurso ao Street View da Google. Quando o carro que recolheu as imagens por onde agora podemos "passear" percorreu as ruas da cidade, todos os parques cobertos estavam sinalizados como livres, ou seja, tinham lugares de aparcamento disponíveis. Isto visto, continua sem se perceber porque é que num concelho com tantas carências, nomeadamente em termos de mobilidade em transporte público, se decide verter tantos milhões num investimento extravagante, que destruirá um quarteirão verde para fazer um parque de estacionamento supranumerário.

Parque Condessa Mumadona (LIVRE)


Parque do S. Francisco Centro (LIVRE)




Parque do Centro Cultural Vila Flor  (LIVRE)



 Parque do Mercado  (LIVRE)



 Parque da Plataforma das Artes (LIVRE)


Parque do Estádio (LIVRE)


Parque do Triângulo (LIVRE)




Partilhar:

0 comentários: